Como fazer treinamento para equipe de restaurante

treinamento para equipe de restaurante

Sumário

Os principais pilares que formam e sustentam a opinião dos clientes de um restaurante e pesam para que eles voltem, são:
 
▶️ O ambiente;
▶️ O preço;
▶️O cardápio;
▶️O atendimento.
 
Tudo isso se relaciona principalmente com o trabalho eficiente da sua equipe de colaboradores, começando pelo treinamento de todos os profissionais envolvidos, mas passa muito pela equipe de cozinha, que precisa ser eficiente e estar bem preparada. Uma coisa depende da outra para que o todo funcione com perfeição.
 
Um grupo de trabalho bem treinado sabe que para haver um valor justo pelo serviço e produto, não pode ocorrer desperdício. Para que o cardápio seja seguido e o cliente receba o que ele realmente escolheu, é imprescindível que os profissionais tenham conhecimento técnico. Para que os clientes encontrem um ambiente agradável, limpo e organizado, é necessário que todos os setores funcionem de forma harmônica e, por fim, um atendimento de qualidade deve ser parte da cultura do negócio.

Treinando toda a equipe

Para que todo o time, da cozinha ao caixa, tenha o mesmo treinamento sobre a cultura da empresa, o desenvolvimento de atitudes proativas, o empenho e a dedicação no trabalho deve ser coordenado por um mesmo profissional. As questões específicas e particularidades de cada departamento devem ser feitas por profissionais técnicos de cada área.
 
Estes treinamentos devem ser feitos periodicamente, sempre com formato diferente e apresentando novidades, para que não fique maçante e que os colaboradores não entendam como supérfluo. O treinamento também deve ser reforçado sempre que houver novos funcionários, como forma de manter o grupo motivado e unido para o bem do seu negócio. Afinal, o seu quadro de pessoal, bem treinado e trabalhando em harmonia, é o seu maior patrimônio.
 

Treinamento para a equipe da cozinha

Para fazer um bom treinamento para todos os funcionários que atuam na cozinha, é preciso primeiramente contratar alguém que ofereça o curso de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos que a Anvisa preconiza. Nestas aulas, o profissional tem acesso ao conhecimento de como fazer o armazenamento e higienização de alimentos, controle de pragas, além dos cuidados padronizados com relação a higiene do local de trabalho.
 
Invista em seus funcionários, insista para que se mantenham atualizados e participem destes treinamentos. Possibilite que procurem manter uma rotina de estudos e qualificações, isso é muito importante para você, o seu estabelecimento e para eles também que estarão disputando os melhores cargos e salários.
 
Estar preparado e aberto às mudanças que ocorrem a todo o momento, é imprescindível para manter o bom funcionamento do seu negócio. Buscar a automatização dos processos da sua empresa, usar todos os meios de inovação e tecnologia, além de preparar sua equipe para isso, é fundamental para que seu negócio se sobressaia diante dos demais.
 
Dentro dessas possibilidades, você mesmo gestor do estabelecimento pode fazer reuniões dentro de uma periodicidade compatível com o esquema de trabalho para fazer avaliação do andamento do negócio. Nesses momentos você pode deixar aberta a palavra para que a equipe se pronuncie diante de algumas dúvidas, reclamações ou sugestões para melhorar o serviço. Estas reuniões podem ser feitas por setor, com todos os funcionários juntos ou mesmo de forma individual.

Treinamento para o grupo de garçons e caixa

A equipe de garçons, que muitas vezes fazem o papel de recepcionistas, e os caixas dos restaurantes são profissionais essenciais para o bom andamento dos trabalhos. Eles precisam ter um conceito diferenciado de atendimento, atenção com o público, educação, respeito e carisma. Afinal, eles são o contato direto do seu estabelecimento com o público.

Para treinar este grupo de profissionais é preciso contratar alguém com experiência e conhecimento técnico na área. Além de compartilhar esse conhecimento, este profissional que irá preparar a equipe precisa ter a didática para poder repassar o que sabe para os colaboradores do restaurante.

Dentro dos conceitos que um bom garçom, caixa ou atendente precisam ter, estão:

▶️ Saber como receber os clientes;
▶️ Conhecer a estrutura organizacional e o plano de chão, banheiros, estoque, frigobar e todos os espaços;
▶️ Saber também sobre normas de conduta, etiqueta, e respeitar o cliente e a opinião dele;
▶️ Precisa conhecer o cardápio, saber explicar os pratos com conhecimento específico dos ingredientes para complementos e combinações;
▶️ Conhecer a carta de vinhos e saber como servi-los;
▶️ É preciso ter higiene, postura, boa comunicação, saber fazer cálculos básicos;
▶️ Conhecer as regras do restaurante, respeitar cada uma delas, além de saber trabalhar em equipe;
▶️ Estar atento e conhecer as alterações do cardápio, as tendências e regras do atendimento.

Conte com a experiência dos veteranos do grupo

Além dos treinamentos que você deve promover com o grupo, é importante contar diariamente com a experiência dos profissionais com mais tempo de casa e de área. Ter uma liderança forte como referência é muito importante, tanto para o gestor do estabelecimento quanto para os colegas de trabalho.

Saber tirar o melhor proveito dos talentos veteranos é uma forma de garantir o bom atendimento ao público, fidelizar os clientes e conquistar sempre um público que preza por um bom atendimento, além de qualidade nos produtos.

E então, você gestor, costuma fazer treinamentos constantes com sua equipe? Faça isso para melhorar seus números e resultados. Baixe o Guia de Treinamento de Atendimento ao Cliente e comece agora mesmo!

Guilherme

Guilherme

Jornalista, redator e membro da equipe de marketing da EPOC.

Inscreva-se em nosso blog

Receba os melhores conteúdos para ajudar a alavancar seu negócio gastrônomico