5 dicas para aumentar o faturamento do restaurante

Aumentar o faturamento é crucial para seu negócio crescer. Entenda o que é faturamento, como calcular e o que fazer para seu restaurante faturar mais.
homem calculando faturamento do restaurante

Sumário

Aumentar o faturamento do seu restaurante pode ser desafiador, mas há muitas estratégias que você pode testar para atrair clientes, vender mais e garantir o crescimento do seu negócio. 

Se você quer conhecer algumas delas, continue lendo este artigo! Nele você vai entender o que é faturamento, descobrir se seu restaurante está faturando bem e conhecer estratégias eficazes para elevar seus resultados. Confira!

O que é faturamento?

Faturamento é a soma total de todas as vendas realizadas por um restaurante em um determinado período. Ou seja: é a quantidade bruta de dinheiro que entra no caixa do estabelecimento antes de descontar os custos e despesas. 

Assim, podemos entender o faturamento como a receita total gerada pelas vendas dos produtos e serviços no restaurante. 

Faturamento x receita x lucro

O faturamento muitas vezes é confundido com a receita ou com o lucro do restaurante. Saber diferenciar esses conceitos é fundamental para fazer uma boa gestão financeira. 

Saiba o que significa cada um deles abaixo:

  • Faturamento: como mencionado anteriormente, é a soma total de todas as vendas sem descontar nada. 
  • Receita: é o valor restante após deduzir as devoluções, descontos, taxas e impostos sobre as vendas do faturamento. É uma medida mais precisa do que o restaurante efetivamente ganhou com suas operações. 
  • Lucro: é o valor que permanece após subtrair da receita todos os custos operacionais (como aluguel, folha de pagamento, insumos etc.). Esta é uma das métricas mais importantes para determinar a saúde financeira do negócio. 

A partir disso, é importante observar que um restaurante com faturamento alto nem sempre é lucrativo. Se os custos operacionais forem elevados, o lucro acaba sendo muito baixo — e, às vezes, você sai no prejuízo. 

Portanto, para que o negócio seja de fato lucrativo, é necessário unir estratégias para aumentar o faturamento e para reduzir os custos operacionais.  

Leia também: 7 dicas para montar um cardápio de restaurante lucrativo

Como calcular o faturamento do restaurante?

O cálculo do faturamento do restaurante é simples, basta somar o valor de todas as vendas brutas realizadas durante um período específico (dia, semana, mês).

Faturamento = preço de venda do produto X a quantidade de unidades vendidas no período.

Por exemplo, se você vendeu 30 pratos no valor de R$ 20 reais em um dia:

Faturamento = R$ 20 x 30 

Faturamento = R$ 600

Para fazer essa conta, é fundamental registrar corretamente todas as vendas realizadas. Por isso é tão importante contar com um sistema para restaurante confiável e, de preferência, automatizado — o que contribui para reduzir erros e ganhar eficiência. 

Com o EPOC, por exemplo, você consegue acompanhar o faturamento do seu restaurante em tempo real de onde estiver. 

Além disso, você tem acesso a gráficos visuais e simples de entender, que ajudam a analisar seu faturamento em detalhes e tomar decisões mais estratégicas. 

Quanto um restaurante fatura por mês?

O faturamento mensal de um restaurante pode variar bastante e depende de vários fatores: modelo de negócio, localização, tamanho, tipo de cozinha, perfil de cliente, qualidade dos produtos e serviços, entre outros. 

Assim, é importante ressaltar que o faturamento de um restaurante pequeno não é comparável ao de um restaurante de luxo, por exemplo. Da mesma forma que um self-service é diferente de um delivery, e assim por diante. 

Para encontrar valores de referência específicos para o seu restaurante, é preciso fazer uma pesquisa considerando todos os fatores que citamos acima. 

Mas, de maneira geral, temos como valores de referência do faturamento médio mensal de restaurantes:

  • Pequeno porte: R$ 40 mil – R$ 80 mil
  • Médio porte: R$ 80 mil – R$ 150 mil
  • Grande porte: R$ 180 mil – R$ 500 mil 

Novamente, vale destacar: esses valores podem variar consideravelmente de acordo com as características de cada negócio. 

Leia também: Como calcular o ponto de equilíbrio do seu restaurante

Como aumentar o faturamento de um restaurante?

Há diversas formas de aumentar o faturamento. A seguir, apresentamos algumas delas para você testar no seu negócio. Confira!

1 – Aumentar os preços usando a engenharia de cardápio

Aumentar os preços é a forma mais tradicional de aumentar o faturamento, mas é preciso agir com inteligência. Se você mudar todos os preços do cardápio de uma só vez, sua clientela vai sentir a diferença e isso pode acabar prejudicando seu negócio. Por isso, o aumento de preços deve ser cauteloso e estratégico. 

Você pode fazer isso item por item, identificando as melhores oportunidades por meio da engenharia de cardápio

Não faz sentido, por exemplo, aumentar os preços dos itens que possuem uma boa margem de lucro e são muito populares. Concentre-se, em um primeiro momento, naqueles que têm menos visibilidade e uma margem menor. 

2 – Fazer upsell para aumentar o ticket médio 

Outra forma de aumentar o seu faturamento é fazendo com que seus clientes gastem mais a cada visita, ou seja: aumentando o ticket médio

Para isso, o upsell é uma das melhores táticas. Você pode treinar seus garçons para oferecer entradas, vinhos, drinks, sobremesas… Qualquer item que faça seu cliente consumir mais. 

Pode parecer uma ação simples, mas no fim do mês isso pode fazer uma grande diferença no faturamento. 

3 – Expandir os canais de vendas com delivery e take away

E se você vender por meio de outros canais? Com certeza, isso vai ajudar a vender mais aumentar o faturamento e lucratividade. De acordo com um estudo da consultoria Galunion, 80% dos operadores de food service consideram o delivery e take away lucrativos. 

Então, se você ainda não trabalha com esses canais, considere começar agora mesmo. Eles vão expandir o alcance do seu restaurante, atender um outro perfil de clientes e, desta forma, contribuir para o aumento das vendas. 

4 – Reduzir o tempo de atendimento 

Especialmente nos horários de pico, diminuir o tempo de atendimento significa atender mais clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento. Por isso, cada minuto a menos no tempo de permanência importa. 

Buscar eficiência operacional, otimizando o atendimento em todas as frentes, é o segredo dos restaurantes com maior lucratividade. 

Nesse sentido, a tecnologia é a melhor aliada. Algumas soluções da EPOC que podem ajudar são:

  • Cardápio digital: com o EPOC GO, por exemplo, o cliente pode navegar pelo menu, fazer o pedido e pagar com autonomia, sem precisar aguardar pelo garçom.
  • Totem de autoatendimento: soluções como o KIOSK permitem que o cliente faça o próprio pedido com agilidade. 
  • PDV: com o EPOC PDV os garçons têm um sistema fácil de operar e podem tomar os pedidos com agilidade e sem erros. Além disso, o pedido vai automaticamente para a produção. 
  • Sistema KDS: o KDS recebe e organiza os pedidos automaticamente, tornando a produção e entrega dos pedidos mais rápida. 

Além de contar com a tecnologia, também é importante definir os processos e treinar sua equipe para reduzir o tempo de atendimento. 

5 – Transformar seus garçons em vendedores

O papel do garçom vai muito além de tomar os pedidos e levá-los aos clientes. Além de prestar um ótimo atendimento ao cliente, sua equipe deve estar focada em vender mais. Por isso, invista em treinamentos. 

Lembra da estratégia de upsell que mencionamos anteriormente? Ela só funciona se houver alguém apto a fazer as sugestões na hora certa e, de preferência, de forma persuasiva. 

Além disso, os garçons devem estar preparados para dar sugestões aos clientes com o objetivo de vender o que é mais vantajoso para o restaurante, ou seja: os pratos mais lucrativos. 

Conte com EPOC para aumentar seu faturamento

Para implementar essas dicas e aumentar seu faturamento, conte com o EPOC! Nossa solução foi desenvolvida para ajudar negócios gastronômicos a crescer. 

Com o EPOC você tem a melhor tecnologia para ganhar eficiência operacional: PDV, retaguarda, KDS, cardápio digital, autoatendimento e muito mais. 

Além disso, com ele fica muito mais fácil fazer análises aprofundadas do faturamento e elaborar estratégias eficazes para crescer. Para ver como funciona na prática, agende agora mesmo uma demonstração gratuita!

Marianne Ternes

Marianne Ternes

Graduada em Jornalismo pela UFSC, é especialista em marketing de conteúdo e SEO para negócios B2B no setor de tecnologia.

Inscreva-se em nosso blog

Receba os melhores conteúdos para ajudar a alavancar seu negócio gastrônomico