Maquininha de cartão: saiba como escolher a melhor

Confira um guia completo para escolher a melhor maquininha de cartão para restaurantes e bares. Entenda as necessidades do seu negócio e saiba como comparar os modelos.
maquininha de cartão

Sumário

Ficou em dúvida na hora de escolher a melhor maquininha de cartão para o seu restaurante ou bar? Neste artigo vamos ajudar você a avaliar as principais opções no mercado considerando as necessidades do seu negócio. Continue lendo e saiba mais! 

Modelo de Fluxo de Caixa Diário Para Restaurantes e Bares

Baixe a planilha gratuita e comece a ter controle sobre a saúde financeira do seu restaurante ou bar através de um fluxo de caixa prático e fácil de usar.

Qual a melhor maquininha de cartão? Saiba como escolher

Escolher a maquininha de cartão ideal para o seu negócio pode ser um grande desafio, pois há muitas opções disponíveis no mercado, com características variadas para atender diferentes necessidades

Assim, mais importante do que saber qual a maquininha com a menor taxa ou qual o modelo mais moderno, é entender como avaliar as opções, colocar tudo na balança e selecionar aquela que, de fato, é mais vantajosa para o seu negócio

Portanto, a resposta para “qual a melhor maquininha de cartão” é: depende. Além de buscar empresas reconhecidas no mercado e comparar as funcionalidades e taxas, você deve observar alguns aspectos do seu negócio. Veremos tudo isso a seguir! 

Entendendo as necessidades do seu restaurante ou bar

O primeiro passo é identificar quais as necessidades do seu restaurante ou bar. Isso é fundamental para acertar na escolha. 

Afinal, você não precisa pagar caro por uma maquininha cheia de recursos que você não vai aproveitar. Da mesma forma, uma máquina de cartão muito simples pode limitar sua operação e prejudicar o crescimento do seu negócio. 

Então, alguns pontos que você deve observar são:

Formas de pagamento 

Identifique qual é a forma de pagamento mais utilizada no seu restaurante ou bar. Isso porque as taxas cobradas para crédito à vista, crédito parcelado e débito são diferentes. 

Seus clientes preferem pagar no débito? Então valerá mais a pena escolher uma maquininha com uma taxa menor nessa modalidade de pagamento, por exemplo. 

Além disso, também vale observar quais as bandeiras mais comuns e os cartões de benefícios (vale alimentação) mais utilizados. 

Ter essas informações pode ser útil para conseguir vantagens e descontos, e também para garantir que você aceitará as formas de pagamento que seus clientes mais utilizam. 

Faturamento

Você sabe quanto é seu faturamento no débito e no crédito?

Dependendo do valor que você fatura, pode conseguir taxas menores e, desta forma, economizar. Então, antes de fazer o comparativo entre as maquininhas, confira qual a sua faixa de faturamento (ou previsão) e esteja preparado para negociar. 

Por outro lado, se você estiver apenas começando seu negócio, pode escolher os modelos de entrada, que costumam também ter mais benefícios para iniciantes, inclusive taxas menores. 

Recebimento 

Em quanto tempo você precisa receber os valores das vendas feitas no cartão? 

Analise o seu fluxo de caixa para entender qual o prazo ideal para o seu negócio. Em geral, os valores das vendas no débito estão disponíveis em até dois dias e das vendas no crédito em 30 dias, em média. 

Mobilidade 

A maior parte das maquininhas do mercado não precisam estar em um ponto de venda fixo. 

Mas elas possuem diferentes características que podem fazer diferença conforme a sua necessidade de deslocamento (para levar até a mesa do cliente ou para delivery, por exemplo). 

Por isso, leve em conta também esses aspectos para escolher uma maquininha com a conexão e velocidade ideal para o que você precisa. 

Movimento de clientes 

Além da mobilidade, outro fator a observar é o volume de clientes que você atende. 

Se o seu restaurante tiver, por exemplo, um horário de pico com muitas vendas, você vai precisar de uma maquininha veloz e com conexão estável, para fazer as transações rapidamente e não deixar os clientes esperando. 

Tamanho da equipe 

Não esqueça de pensar no tamanho da sua equipe de atendimento e quantas maquininhas serão necessárias para processar os pagamentos. 

Restaurantes maiores podem precisar de mais maquininhas e, dependendo do preço de aluguel ou compra, os custos podem acabar sendo muito elevados, mesmo que as taxas sejam competitivas. 

Sistema PDV e gestão

A integração das maquininhas ao sistema PDV e de gestão do seu restaurante ou bar é fundamental para automatizar processos, ganhar eficiência, ter mais agilidade na operação e facilitar a gestão do negócio. 

Então, procure por fornecedores parceiros e saiba como funciona a integração.

Avaliando as melhores maquininhas de cartão do mercado

Depois de entender as necessidades do seu restaurante ou bar, você pode começar sua pesquisa e comparar as melhores maquininhas de cartão do mercado para encontrar aquela que melhor atende ao que você precisa no momento. 

As principais empresas que fornecem maquininhas de cartão são:

  • PagBank
  • Cielo 
  • Stone
  • Rede
  • Safrapay
  • Getnet
  • SumUp
  • Ton
  • Mercado Pago
  • C6 Pay

Confira abaixo quais são as características que você deve considerar ao compará-las. 

Taxas

Além das taxas cobradas pelas transações no crédito e débito, também podem ser cobradas taxa de adesão, aluguel ou compra da máquina, antecipação de recebíveis (caso queira adiantar o recebimento), entre outras. 

Compare todas elas considerando o volume de vendas, faturamento e o seu fluxo de caixa. 

Bandeiras e benefícios

Confira quais bandeiras e cartões de benefícios são aceitas, por exemplo:

  • Mastercard 
  • Visa
  • Elo
  • Hipercard
  • Hiper
  • Alelo
  • Sodexo
  • Ticket
  • VR Benefícios

Como mencionamos anteriormente, vale analisar quais são mais utilizadas pelos seus clientes. Algumas maquininhas não aceitam os cartões de benefícios, por exemplo, e isso pode acabar prejudicando suas vendas. 

Prazos de recebimento

Cada maquininha trabalha com diferentes prazos de recebimento para as vendas no débito e crédito. Veja qual é mais vantajosa para o seu fluxo de caixa. Além disso, se for o caso, pesquise quais são as condições para antecipação de recebíveis. 

Vínculo com banco

Algumas maquininhas exigem um vínculo com um banco específico. Assim, você terá que abrir uma conta neste banco para poder receber os valores das vendas. Analise quais são as regras e taxas envolvidas. 

Mobilidade e bateria

Há opções de máquinas de cartão sem fio ou com fio. Escolha a que faz mais sentido para o seu negócio. 

Se você tem um caixa fixo, pode utilizar um modelo com fio. Ele é conectado à rede telefônica e, desta forma, não depende do Wi-Fi ou redes móveis (3G/4G). Algumas também podem ser conectadas ao cabo de internet Banda Larga. 

Com isso, você ganha mais estabilidade e, em alguns casos, pode optar pelo sistema TEF, ideal para quem tem um grande fluxo de transações. 

Saiba mais: TEF e POS: saiba quais as diferenças e como escolher

Já se você prefere mobilidade para atender delivery ou para levar a maquininha até o seu cliente na mesa, os modelos sem fio são ideais. Preste atenção às características de conectividade (como veremos a seguir) e também à duração da bateria. 

Conectividade

Há diversas opções de conectividade e você deve prestar muita atenção a esse ponto, pois uma maquininha sem conexão pode prejudicar a experiência do cliente e as suas vendas. 

Elas podem ficar conectadas à rede Wi-Fi, ter o próprio chip para conexão na rede móvel (3G/4G) e também utilizar o Bluetooth para conexão com um celular. Neste último caso, você precisará de um smartphone junto da maquininha para realizar as transações. 

Tipos de pagamento

Além do débito e crédito, há modelos que possibilitam outras formas de pagamento, como o PIX por QR Code, pagamentos por aproximação com tecnologia NFC, criação de links para pagamento online, entre outras. 

Oferecer um maior leque de opções de pagamento é uma forma de melhorar a experiência do cliente, adequando-se à tendência cashless

Impressão e envio de recibos

Há modelos de maquininha com e sem bobina para a impressão dos recibos. Se não quiser imprimir, há a opção de envio do recibo por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Modelos sem bobina são menores e mais práticos, por isso são uma boa opção para o delivery, por exemplo. 

Suporte

Além de todas as características técnicas da maquininha, é fundamental escolher por uma empresa que ofereça um bom atendimento e suporte. 

Pesquise qual a garantia da maquininha, quais são os canais de atendimento e de que forma você poderá receber suporte caso ocorra algum problema. 

Integração com sistema de gestão e PDV

Certifique-se de que a sua maquininha pode ser integrada ao seu sistema de gestão e PDV. Com isso você ganha eficiência operacional e muito mais facilidade na gestão do seu negócio, automatizando processos como o fechamento de caixa, por exemplo. 

Nos modelos mais modernos, chamados Smart POS, que utilizam sistema Android, é possível instalar o PDV. Assim, além de uma maquininha, você tem um PDV móvel. 

Utilize o EPOC e tenha o máximo de eficiência na sua operação

O EPOC é uma solução completa para restaurantes, com PDV, retaguarda, cardápio digital, KDS e muito mais. 

Nosso PDV roda em todos os dispositivos Android, incluindo Smart POS. Integramos com as principais maquininhas do mercado e oferecemos o sistema mais ágil e moderno do mercado. 
Se quiser saber como funciona na prática, agende agora mesmo uma demonstração gratuita.

Marianne Ternes

Marianne Ternes

Graduada em Jornalismo pela UFSC, é especialista em marketing de conteúdo e SEO para negócios B2B no setor de tecnologia.

Inscreva-se em nosso blog

Receba os melhores conteúdos para ajudar a alavancar seu negócio gastrônomico