O que é estoque mínimo e máximo?

Para saber como fazer o controle de estoque é necessário também conhecer os conceitos de estoque mínimo e máximo. Vitais para o funcionamento eficiente da sua operação, ambos afetam quantos insumos o seu estabelecimento tem para atender aos clientes.

Sumário

Para saber como fazer o controle de estoque é necessário também conhecer os conceitos de estoque mínimo e máximo. Vitais para o funcionamento eficiente da sua operação, ambos afetam quantos insumos o seu estabelecimento tem para atender aos clientes.

Confira abaixo mais sobre esses preceitos tão importantes e saiba como implementá-los no cotidiano do seu negócio.

Saiba mais: 9 erros que você não pode cometer na gestão de restaurante

O que é controle de estoque

O estoque mínimo e máximo são partes de um processo maior: o controle de estoque. É através dele que é feito o gerenciamento das mercadorias usadas pelo bar/restaurante desde o momento da compra até a venda deles.

É assim que um gestor de estoque pode identificar qual é a disponibilidade dos itens e quando é necessário repô-los – ou, então, quando já há o suficiente.

Dentro do controle de estoque estão processos internos como:

  • listar todos os itens do estoque e classificá-los;
  • etiquetar os itens do estoque;
  • verificar se está tudo armazenado de forma correta;
  • de forma recorrente, registrar sempre que um item entra e sai do estoque.

Para saber mais sobre o assunto, veja o nosso post sobre controle de estoque.

O que é o estoque mínimo

Como o nome indica, o estoque mínimo se refere à quantidade mínima de um determinado produto que precisa estar no seu estoque para que haja sua reposição sem impactar negativamente a operação.

Também conhecido como estoque de segurança, é graças a ele que um restaurante ou bar pode operar sem deixar faltar nenhum prato ou bebida, mesmo que ocorra um pico de pedidos.

Assim você está seguro contra diversos imprevistos, como falta de fornecedores, atrasos de entregas, crescimento inesperado de pedidos, entre outros. É por isso que o estoque mínimo precisa ser calculado para cada insumo do seu estoque.

Como calcular o estoque mínimo

Mas como fazer isso na prática? A boa notícia é que existe uma fórmula que ajuda a calcular o estoque mínimo. Mas antes de usá-la, você precisa levantar duas informações: qual é o tempo necessário para repor esse item no estoque e qual é o consumo médio dele em um mês.

Para saber qual o consumo médio de um item, é necessário dividir o consumo total dele pelos dias do mês.

Por exemplo, se o seu estabelecimento possui um item que teve 300 unidades consumidas em um mês, basta dividir 300 por 30 e, pronto, você tem o consumo médio mensal dele.

Nesse caso, o consumo médio é de 10 unidades por dia (300 / 30 = 10).

Depois, para finalmente descobrir o estoque mínimo desse item, basta aplicar a fórmula abaixo:

Estoque mínimo = consumo médio diário X tempo de reposição.

Continuando com o nosso exemplo, já sabemos que o consumo médio de determinado insumo é 10. Agora, digamos que o tempo médio para que o fornecedor faça a reposição do item seja de 10 dias.

Logo, o estoque mínimo dele será 100. (10 X 10 = 100).

Ou seja, você precisa sempre ter 100 unidades do produto no seu estoque para evitar a falta dele sem tempo hábil para a reposição.

O que é o estoque máximo

Já o estoque máximo é o outro lado dessa moeda. Ele indica a capacidade máxima que o seu estoque pode conter de um determinado insumo sem haver desperdícios.

Ou seja, quando o estoque máximo é ultrapassado, isso impacta a qualidade dos seus produtos e também o volume das suas vendas. Isso porque com um estoque lotado acima da sua capacidade, os produtos acabam perdendo sua lucratividade ou mesmo passando da validade.

Assim, eles deixam de ser atrativos e geram prejuízos não somente à sua operação, como também ao seu caixa.

Como calcular o estoque máximo

Para evitar que você deixe de ganhar dinheiro e ainda por cima tenha prejuízos no seu caixa, é importante saber como calcular o estoque máximo do seu estabelecimento.

Esse número é o resultado do estoque mínimo (que agora você já conhece) somado ao lote de reposição, que é uma informação que você precisa levantar para cada item do seu estoque.

Vamos ver como esse cálculo acontece na prática seguindo o exemplo anterior.

Como você lembra, o estoque mínimo do insumo analisado é de 100 unidades. E digamos que o lote de reposição do seu fornecedor seja de 50 unidades – lembre-se, você precisa averiguar esse dado com seus fornecedores para cada item do estoque. Isso significa que seu estoque máximo desse insumo é de 150 unidades (100 + 50 = 150).

Qual a importância do estoque mínimo e máximo?

Como você já deve ter percebido, ficar de olho no estoque mínimo e máximo é fundamental para o funcionamento correto da sua operação.

Assim você evita ser pego de surpresa ao perceber que não tem mais um insumo, nem arca com grandes perdas por causa de produtos empacados no estoque – muitas vezes até expirando o seu prazo de validade.

Isso ajuda a evitar gastos, maximizar os lucros e ainda proporciona maior previsibilidade para o seu estabelecimento. Afinal, informação é poder: nesse caso, ela significa poder prever quanto e quando você precisará adquirir mais insumos ou entender o que não está vendendo bem.

Como controlar o estoque mínimo e máximo de um jeito fácil

Embora seja vital para o sucesso operacional e financeiro de um negócio, o controle do estoque mínimo e máximo muitas vezes é deixado de lado. Por quê? Porque fazer esse controle pode ser um grande desafio.

Embora os cálculos em si sejam simples, o controle de estoque não é tão fácil assim. Para executá-lo é preciso ter um entendimento profundo do ciclo de vida de cada insumo, do comportamento dos seus clientes e de como é a rotina de produção do estabelecimento.

Além disso, é necessário manter uma gestão constante e confiável dos números, atualizando-os diariamente para não deixar passar nenhuma falha ou até mesmo fraude. 

Leia também: 11 dicas para controlar entradas e saídas de estoque

Para isso, é comum contar com planilhas, ferramentas ou mesmo o bom e velho (e, convenhamos, ineficiente) papel & caneta, que é justamente o que dificulta o controle. 

Quanto mais tempo se passa atualizando planilhas e calculando os números, maiores as chances de acontecer alguma falha humana.

Felizmente existe um jeito muito mais fácil e intuitivo de gerenciar o estoque mínimo e máximo: usando um sistema de controle de bares e restaurantes. Com ele, assim que um item é comercializado, o estoque já é atualizado automaticamente, podendo até emitir alertas sobre a quantidade de um insumo.

Além disso, esse tipo de solução oferece outros recursos, como integração entre PDV, KDS e totem de autoatendimento, cardápio digital, comanda eletrônica e muito mais. Para saber como contar com esse sistema no seu estabelecimento, fale com um de nossos especialistas.

Dúvidas Frequentes

O que é controle de estoque?

É o gerenciamento das mercadorias usadas pelo bar/restaurante desde o momento da compra até a venda deles.

O que é estoque mínimo?

É a quantidade mínima de um determinado produto que precisa estar no seu estoque para que haja sua reposição sem impactar negativamente a operação.

Como calcular o estoque mínimo?

Comece levantando duas informações: qual é o tempo necessário para repor esse item no estoque e qual é o consumo médio dele em um mês. Para saber qual o consumo médio de um item, é necessário dividir o consumo total dele pelos dias do mês.

Depois, para descobrir o estoque mínimo, aplique a fórmula: Estoque mínimo = consumo médio diário X tempo de reposição.

O que é o estoque máximo?

Indica a capacidade máxima que o seu estoque pode conter de um determinado insumo sem haver desperdícios.

Como calcular o estoque máximo?

É o resultado do estoque mínimo somado ao lote de reposição, que é uma informação que você precisa levantar para cada item do seu estoque.

Qual a importância do estoque mínimo e máximo?

Você evita ser pego de surpresa ao perceber que não tem mais um insumo, nem arca com grandes perdas por causa de produtos empacados no estoque. Isso evita gastos, maximiza os lucros e proporciona maior previsibilidade.

Como controlar o estoque mínimo e máximo?

É comum contar com planilhas, ferramentas ou mesmo papel & caneta. Um jeito muito mais fácil e intuitivo de gerenciar o estoque mínimo e máximo é usar um sistema de controle de bares e restaurantes.

Guilherme

Guilherme

Jornalista, redator e membro da equipe de marketing da EPOC.

Inscreva-se em nosso blog

Receba os melhores conteúdos para ajudar a alavancar seu negócio gastrônomico