O que é sistema PDV? Conheças as funcionalidades e vantagens

Entenda o que é sistema PDV: seus tipos, vantagens, funcionalidades e tudo que ele pode oferecer para o seu negócio.

Sumário

Ele está presente no dia a dia de todo estabelecimento e talvez você nem tenha notado. O sistema PDV é uma parte fundamental da operação de um restaurante ou bar, possibilitando efetuar vendas, acompanhar a produção, analisar a movimentação financeira e muito mais.

Neste artigo, entenda o que é sistema PDV: seus tipos, vantagens, funcionalidades e tudo que ele pode oferecer para o seu negócio.

Modelo de Fluxo de Caixa Diário Para Restaurantes e Bares

Baixe a planilha gratuita e comece a ter controle sobre a saúde financeira do seu restaurante ou bar através de um fluxo de caixa prático e fácil de usar.

O que é sistema PDV

Para entender o que é sistema PDV, vamos começar do princípio – entendendo de fato o que significa PDV. A sigla quer dizer “Ponto De Venda”, e é uma versão “abrasileirada” do termo em inglês POS (Point Of Sale).

Na prática, isso significa que o PDV é o local onde as compras são concluídas. É lá que os clientes pagam, o estabelecimento registra as vendas e realiza os processos internos relacionados a elas (como emissão de notas fiscais, baixa no estoque, entre outros).

Só por essa descrição já dá para perceber como um sistema PDV é importante, não é? Ele é parte vital do seu processo de vendas, e não apenas permite que você realize-as de fato, como também é fundamental para a administração financeira do bar ou restaurante.

Como escolher o melhor sistema para restaurante?

Sistema PDV: como funciona?

No dia a dia, o PDV se manifesta como um conjunto de softwares e hardwares (ou seja, de sistemas e equipamentos). Ele pode contar com computadores, caixas registradoras, impressoras de notas fiscais, máquinas de pagamento, entre outros.

Por outro lado, você pode ter um PDV inteiro em apenas um smartphone, tablet, totem de autoatendimento e também na maquininha de cartão.

E esses equipamentos rodam os sistemas que realizam as operações relacionadas ao PDV para registrar vendas, emitir as notas, atualizar o estoque, enviar pedidos para a cozinha, entre outras funções

Ou seja, um sistema PDV completo na verdade é um conjunto de equipamentos que, geralmente, ficam no caixa do estabelecimento. 

Além disso, você pode ter vários PDVs espalhados no seu restaurante ou bar, o que ajuda a diluir o atendimento e melhorar a experiência dos clientes.

Tipos de PDV: diferenças entre fixo e móvel

De forma geral, um Ponto De Venda pode ser classificado pela forma como o sistema contido nele opera: há o PDV fixo e o PDV móvel. Confira mais sobre as diferenças de cada um logo abaixo!

PDV fixo

Um PDV fixo é aquele mais “tradicional”, que geralmente conta com um computador, uma máquina registradora, uma máquina de pagamento e uma impressora de notas fiscais.

Ele leva esse nome porque não pode ser movido com facilidade e, além disso, porque o sistema utilizado no PDV fica armazenado nesses aparelhos de forma física – como um sistema operacional ou um software mais tradicional.

PDV móvel

Já um PDV móvel opera da forma contrária: ele é composto por dispositivos móveis, como smartphones, tablets, notebooks e totens.

Além disso, os sistemas que rodam nesses aparelhos não ficam armazenados neles mesmos, mas sim na Nuvem (através do Cloud Computing).

Devido ao fato dos softwares não serem instalados nos equipamentos, mas sim disponíveis de forma online, eles se tornam acessíveis em qualquer lugar e em qualquer outro aparelho – até mesmo nos smartphones dos próprios clientes.

Quais as principais funcionalidades do PDV

Você já sabe o que é um PDV, como ele funciona e os seus tipos. Agora é a hora de entender os principais recursos que um sistema de PDV pode oferecer para o seu estabelecimento. 

Com ele você consegue integrar diversos setores da sua operação, agilizar o atendimento, efetuar vendas e muito mais.

Frente de caixa

O recurso mais conhecido do PDV sem dúvida é a frente de caixa – tanto que algumas pessoas acham que eles são sinônimos. No entanto, como você já viu, um Ponto De Venda é muito mais que isso, embora a frente de caixa seja, sim, muito importante.

Um sistema de frente de caixa no PDV é aquele responsável por concretizar uma compra. É o famoso “caixa”, onde clientes mostram suas contas/comandas, realizam o pagamento e recebem seus comprovantes.

Logo, é fundamental contar com um frente de caixa PDV no seu bar, restaurante ou balada – ao menos se você deseja receber pelos produtos que vende. 

É com esse recurso que você, ao final do dia, fecha o caixa, visualiza quanto foi vendido e arrecadado, quais produtos foram negociados e, de forma geral, como foi a performance do seu estabelecimento durante o dia.

Emissão de notas

E no frente de caixa também ocorre a emissão das notas fiscais que são entregues aos clientes. Hoje, muitas vezes a clientela prefere versões eletrônicas das notas, mas a impressão dos comprovantes ainda é bastante popular.

Com um PDV você consegue realizar esse processo de forma simples e rápida, na sequência de toda venda concretizada. Isso não só garante que seu estabelecimento respeite as normas e a legislação, como também passa transparência e credibilidade para a clientela.

Gestão de estoque

Quando incorporado a um ERP, o PDV também ajuda a otimizar a operação através do controle de estoque. Isso porque essas duas ferramentas fazem com que, assim que um pedido é realizado e a compra efetuada, o sistema dê baixa dos ingredientes no seu estoque.

Isso agiliza todo o processo e ainda evita que você seja pego de surpresa quando um item popular do seu cardápio não está mais disponível – e você acaba perdendo vendas. Nesse sentido, o PDV pode até emitir alertas quando um item estiver próximo de acabar no estoque.

Integrar outras áreas da produção

O PDV também pode, quando aliado a um ERP, integrar outros setores da sua operação. Por exemplo, um PDV para restaurante pode gerenciar os pedidos de delivery. Para isso, basta integrar os apps desse tipo de serviço e os pedidos feitos neles serão registrados automaticamente no seu PDV.

Isso também pode acontecer no caso do seu estabelecimento contar com uma ferramenta de análise de dados e controle financeiro. Assim, o PDV pode transmitir automaticamente informações como ticket médio, horários mais rentáveis, dias mais populares, itens com maior saída, entre outros dados.

5 benefícios do PDV para restaurantes e bares

Com tantos recursos, os benefícios do PDV também não são poucos. Especialmente quando usado em conjunto com um sistema de controle de bares e restaurantes, essa ferramenta tem o potencial de aprimorar sua operação, maximizar os lucros e ainda reduzir custos.

Confira abaixo cinco dos principais benefícios do PDV!

Leia também: Sistema PDV restaurante: como escolher o melhor?

1. Mais segurança financeira

Você muito provavelmente já sofreu com o seguinte: ao fechar o caixa no fim do dia, se deparar com contas que não fecham, números que não batem e a dúvida sobre o que aconteceu para causar essa diferença – erro ou má intenção?

Com um PDV completo você nunca mais terá que sofrer com isso. A ferramenta contabiliza todas as vendas, calcula os valores e só permite fechar o caixa quando os números baterem, dessa forma otimizando o controle de caixa.

Além disso, cada usuário precisa registrar seu acesso ao utilizar o sistema, o que ajuda a identificar responsáveis por erros ou adulterações.

2. Otimizar a operação

Além de controlar o fluxo de caixa e otimizar a administração financeira de um bar ou restaurante, um sistema de vendas PDV também influencia outras áreas do seu estabelecimento.

Por exemplo, com a ajuda de um ERP, o PDV unifica pedidos, preparo e pagamento de forma simples, eficiente e intuitiva.

Isso quer dizer que um cliente pode fazer seu pedido – para um garçom ou por conta própria via seu smartphone usando o EPOC GO por exemplo – que depois será enviado automaticamente para a cozinha, onde será preparado, ao mesmo tempo em que o PDV já contabiliza o item na comanda do cliente.

Isso faz com que os pedidos fiquem prontos mais rapidamente, que o estoque seja atualizado de forma automática e que as contas sejam fechadas com transparência e confiança nos valores contidos nelas.

3. Melhorar a experiência dos clientes

Esse benefício é um resultado do anterior. A conta é simples: um ambiente com atendimento ágil e eficiente + facilidade e segurança na hora de pagar = clientes felizes.

Melhorar a experiência dos clientes é um objetivo de todo empreendedor, pois é muito mais barato fazer um cliente antigo retornar do que conquistar um cliente novo. Além disso, a experiência de atendimento faz toda a diferença: 80% dos clientes não voltam a um lugar onde foram mal atendidos.

O PDV ajuda a fidelizar a clientela através do aprimoramento da experiência de compra e pagamento. 

Outra ferramenta que ajuda nesse sentido é a comanda digital, que juntamente com o ERP, faz com que os clientes visualizem o que consumiram, quanto está o preço de tudo e até mesmo realizem o pagamento por conta própria.

4. Reduzir custos

Com um PDV para restaurante ou bar você também diminuiu os custos e despesas. Isso porque, como você já viu, o sistema ajuda a otimizar a administração financeira e evitar que dinheiro “se perca” no fluxo de caixa.

Além disso, a otimização da operação evita desperdício de matéria-prima e a compra de materiais desnecessários (como você tem um controle de estoque eficiente, não fica com produtos “sobrando” nele sem necessidade).

Por fim, ao usar um PDV que funciona incorporado a um ERP você reduz o investimento em infraestrutura de tecnologia e em diferentes sistemas e ferramentas. 

Dessa forma, com apenas um sistema você gerencia vendas, produção, atendimento, pagamentos, estoque, caixa, e muito mais.

5. Aumentar as vendas

Melhor do que reduzir despesas, só mesmo aumentar os lucros. E com um sistema de vendas PDV você consegue exatamente isso. A ferramenta melhora a performance dos operadores de caixa, que são mais produtivos e conseguem efetuar mais vendas em menos tempo.

Além disso, contando com uma operação mais eficiente e uma experiência de atendimento imbatível, seu bar ou restaurante tende a expandir sua clientela e, assim, alcançar cada vez mais lucratividade.

Como contratar um PDV

Você já percebeu que contar com um PDV no seu estabelecimento não é apenas um diferencial, mas também é essencial para conquistar mais clientes e superar a concorrência – que muito provavelmente já está usando essa ferramenta –, certo?

Quando o assunto é contratar PDV, não existe uma fórmula mágica. É preciso levar em conta a sua infraestrutura, o seu público-alvo e os recursos e funcionalidades específicos que farão a diferença para o seu estabelecimento.

Para te ajudar a encontrar um sistema PDV, preparamos três aspectos para levar em conta nessa hora. Confira!

1. Busque um PDV móvel

Dê preferência para PDVs móveis, que funcionam na nuvem. Eles se adequam ao comportamento mais moderno do cliente atual, que busca agilidade e autonomia. 

Um PDV móvel opera de forma online e em tempo real, o que também ajuda a minimizar os custos de infraestrutura e traz mais flexibilidade na operação.

2. Compatibilidade com ERP é fundamental

Como você já viu, os benefícios de um PDV são ampliados quando ele opera juntamente com um ERP, que é um sistema de automação e gestão comercial de tarefas usado processos e tarefas. Ele integra diversas ferramentas e outros sistemas para agilizar a operação de um estabelecimento.

Por isso,escolha uma ferramenta de PDV que se integre a um sistema de gestão ERP ou que já seja parte de uma dessas soluções.

3. Cuidado com o suporte

Por fim, um ponto que por vezes é negligenciado e costuma cobrar um preço alto por isso: o suporte – ou melhor, a falta dele.

Até mesmo o mais completo software pode apresentar problemas. Da mesma forma, até o colaborador mais instruído e experiente pode ter dificuldades ou cometer erros ao operar o PDV.

E é exatamente nesse momento que você perceberá como um bom suporte técnico faz a diferença. Por isso, contrate um sistema de PDV que ofereça suporte ágil, eficiente e disponível sempre que você precisar.

EPOC PDV: a melhor solução para seu restaurante ou bar

Agora que você já entende o que é sistema PDV e todas as suas vantagens, que tal conhecer o EPOC PDV? Oferecemos um sistema completo, ágil e fácil de usar.

Ele atende todos os tipos de operação: mesas comuns e desmembradas, comanda individual e balcão. É integrado a sistema ERP, KDS, cardápio digital e tem muito mais funcionalidades para tornar a operação mais eficiente, segura e lucrativa. Quer saber mais? Então solicite uma demonstração gratuita!

Dúvidas frequentes

O que é sistema PDV?

A sigla PDV quer dizer “Ponto De Venda”, uma tradução do inglês POS (Point Of Sale). O PDV é o local onde as compras são realizadas em um estabelecimento. É lá que os clientes pagam, o estabelecimento registra as vendas e realiza os processos internos relacionados a elas (como emissão de notas fiscais, baixa no estoque, entre outros).

Como funciona o sistema PDV?

O PDV é um conjunto de softwares e hardwares (ou seja, de sistemas e equipamentos). Um PDV completo costuma ter computadores, caixas registradoras, impressoras de notas fiscais, máquinas de pagamento, entre outros. Há também sistemas PDV que funcionam em smartphone, tablet, totem de autoatendimento ou maquininha de cartão. O sistema realiza operações como registrar vendas, emitir as notas, atualizar o estoque, enviar pedidos para a cozinha do restaurante, entre outras funções.

Quanto custa um sistema PDV?

Há sistemas PDV disponíveis no mercado com mensalidades de diversos valores. É possível inclusive encontrar PDV grátis. No entanto, ao contratar um sistema PDV é preciso avaliar o custo-benefício, levando em conta os recursos disponíveis, a estabilidade do sistema, segurança das informações, integrações disponíveis, suporte técnico, entre outras características.

Qual o melhor sistema PDV para restaurantes?

O EPOC PDV oferece um sistema para restaurantes completo, ágil e fácil de usar. Ele atende todos os tipos de operação: mesas comuns e desmembradas, comanda individual e balcão. É integrado a sistema ERP, KDS, cardápio digital e tem muito mais funcionalidades para tornar a operação mais eficiente, segura e lucrativa.

Guilherme

Guilherme

Jornalista, redator e membro da equipe de marketing da EPOC.

Inscreva-se em nosso blog

Receba os melhores conteúdos para ajudar a alavancar seu negócio gastrônomico